Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

O Quase Diário

O Quase Diário

Do Diário \\ 1

05.02.19, Joana Cavalcanti

IMG_20180224_160232_428.jpg

Quando o medo vem é preciso perder o medo de ter medo. Deixar sentir aquele frio na garganta. Saber que a vida não é linha recta, que vais cair, que ainda agora te estás só a levantar, e que mesmo assim não faz mal, porque nada é permanente e depois da escuridão há luz, e num vice-versa de conta rotações se faz a vida. E tu Miúda-Mulher, tens sol, lua e nuvens de superação em ti para acreditar em sorrisos e primavera.
Deixa existir sem medos o inverno, sem baixar os braços, e apanha lenha para a fogueira para teres sempre lugar quente quando fizer frio.
Ás vezes o medo, é só isso...medo.