Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

O Quase Diário

O Quase Diário

The 1

06.08.20, Joana Cavalcanti
Já passaram o quê? 10, 12 anos? Ainda te lembras de mim? Do tempo que herdaste a olhar-me de alto a baixo, sem me conhecer, sem me falar. O Encontrão no corredor do piso 3. O café que tomávamos todos os dias à mesma hora, o raspão pele-com-pele naquele verão. O teu tropeção quando me maquilhei bem à séria. But it would've been fun...If you would've been the one Seriam 2 ou 3 filhos? Férias no Algarve, gelado santini ao fim de semana. Tu no topo de carreira, eu em casa com (...)

So, I showed up at your party

02.08.20, Joana Cavalcanti
Era o Frederico. Tínhamos sido colegas de escola desde os 6 anos. Ele era um ano mais velho tinha agora 17. Tínhamos saído os dois do colégio. Íamos para a pública. Íamos deixar de ser colegas. O Fred apareceu de skate à minha porta e enquanto eu o despachava ao portão, aparece a minha mãe a convidá-lo para entrar... lembro-me de ter ficado furiosa, (na altura eu só via o Tomás à frente). Subimos as escadas com um saco de mini Sneakers e fomos ver um filme sozinhos para o (...)

Dame Amor...y guardaré nuestro secreto.

30.04.20, Joana Cavalcanti
  Tu comes bolachas a ver Narcos México, Eu escrevo a ouvir a banda sonora, a pensar em aprender espanhol... assim no youtube.  " Dame Amor, no volveré a repetirlo ..." y guardaré nuestro secreto" - canta Chilo Escobedo Porque quero pegar em ti e no próximo avião e seguir México abaixo. Conhecer toda a América Latina. Ver a casa de Frida Kahlo, e de Gabriel Garcia Marquez, por-me a imaginar onde é que ele descreve "Crónica de uma morte anunciada" de Santiago Nasar...é que (...)

começa assim: umas dr martens

26.10.19, Joana Cavalcanti
umas dr martens com um vestido vintage bazaar. um concerto da Julia Michaels que não pode faltar. um livro. escrever um livro de crónicas ou destas frases pontuadas meias prosa meio poesia meio um fuck up gramatic rules. misturar línguas. asneiras com classe. uma crise de pânico - tomar um xanax, pegar nos phones e aos poucos mexer os membros - acabar a dançar, dançar a sério até caírem lágrimas. porque o pânico foi."cause I got issues, and you got them too, so give them all (...)